Você compraria um smarphone usado?

logos

No tempo onde a sustentabilidade é uma palavra chave, em que a economia brasileira passa por dificuldades e que é fundamental a conectividade móvel, por que não?

Sou da época que os celulares eram “tijolos” e o acessório principal eram as baterias extras. Baterias extras porque, para um dia tinha que carregar mais de uma. Só o celular pesava mais que 350 gramas e com as baterias tinham o peso de um notebook atual. Detalhe…, só servia para telefonar.

A tecnologia foi desenvolvendo e acabei utilizando muitos modelos e todos os sistemas operacionais. Na minha opinião de usuária, quero continuar usuária. Não tenho habilidade para programação e nem pretendo desenvolvê-la. Não gosto de passar meu tempo configurando aparelho, procurando soluções para ele ficar mais rápido ou conseguir instalar esse ou aquele aplicativo. Só quero usá-lo.

Atualmente uso aparelhos da Apple, troco periodicamente e estou satisfeita. Funciona para o que preciso, acho fácil de usar e por sorte ou qualquer outro motivo, nunca tive problemas de quebra ou mau funcionamento.

Sempre comprei aparelhos novos por um motivo específico. Se eu comprasse um aparelho usado, não saberia dizer se ele estaria inteiro, se teria alguma coisa instalada que iria “roubar” meus dados ou minha conta bancária. Tenho vários conhecidos que sabem “mexer” com os aparelhos, porém, “alugá-los” para ficar verificando se um aparelho usado está perfeito, não é minha praia, principalmente porque eu sei que existem defeitos que só aparecem com o uso. Se eu tiver que brigar com alguém, que seja com a loja ou fabricante.

Existem algumas revendas que você entrega seu aparelho e consegue um desconto. Nunca consegui uma proposta que fosse considerável para nenhuma das marcas. Os antigos, não os vendo, acabo doando, para evitar futuras reclamações.

Mas parece que a história de celulares usados pode ter uma mudança em breve. A agência Reuters confirmou que a Samsung lançará no próximo ano, um programa de venda de aparelhos usados e reformados. Isso mesmo, reformado pela própria fábrica. Ao que tudo indica, é uma solução para a queda de vendas. Você entrega o seu Smart através de um plano de atualização, e ele será reformado e vendido novamente.

Espero que a iniciativa tenha sucesso e sirva de exemplo e incentivo para outros fabricantes. O resultado pode ser pessoas com aparelhos melhores e mais baratos, aparelhos novos mais baratos e uma ótima maneira de cuidar de nosso planeta.

#smartphone #smartphoneusado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s